IMG_8287

Fern DaSilva

Fern Da Silva é um líder regional e nacional em nossa organização. É membro do Comitê Diretivo Internacional da DSA e anteriormente foi o Coordenador de Adesão do Núcleo Norte de New Jersey do DSA, onde foi responsável em receber e orientar mais de 500 novos membros. Também foi responsável por iniciar o Comitê de Educação Política da NNJ DSA, onde ajudou a estabelecer o currículo inicial voltado a novos membros. Tanto no Comitê Internacional quanto em New Jersey, Fern ajudou a estabelecer a nossa organização através da reestruturação necessária, e foi instrumental no avanço de seu núcleo local em direção a um modelo de campanha prioritário. Atualmente, Fern é um dos líderes da campanha de inclusão linguística de seu núcleo local. Fern nasceu em Belo Horizonte, Brasil, e depois de emigrar para os Estados Unidos no final dos anos 90, terminou a escola em uma comunidade de classe trabalhadora predominantemente imigrante no norte de New Jersey, onde ainda está muito envolvido. Sua experiência de militante começou em movimentos estudantis no Brasil e durante muito tempo se inspirou em organizações de massa brasileiras como PT e MST. Como membro do Comitê Internacional, ele trabalha para estabelecer relações com organizações de massa no Brasil, e tem tido um papel ativo em administrar as redes sociais, além de participar de reestruturações necessárias no comitê. Fern é carpinteiro e, embora não esteja sindicalizado, ajudou a organizar uma greve bem sucedida contra um empregador que estava a reter o pagamento de horas extras. Como um trabalhador imigrante, sua paixão particular é em construir o DSA em uma organização que pode efetivamente organizar comunidades de imigrantes e trabalhadores não organizados ou sindicalizados.

Blanca Estévez

Blanca Estévez vive, trabalha e milita no Arkansas, onde é a fundadora da Seção Noroeste do Arkansas DSA. Nascida em Puerto de la Libertad durante a Guerra Civil Salvadorenha, o atual campo de luta de Blanca se concentra principalmente em ajudar a reunir as famílias separadas pelo ICE e lutar pela justiça e o acesso às vacinas. Como membro do NPC eleito em 2019, atualmente atua como orientadora do Grupo de Trabalho sobre Direitos dos Imigrantes, o Grupo de Trabalho sobre Ajuda Mútua e o Comitê Internacional. Blanca está comprometida com um DSA que é um lar para os trabalhadores latinos, e foi fundamental na redação e aprovação de uma resolução de justiça linguística que compromete a DSA a oferecer todos os materiais e capacitações desenvolvidos a nível nacional, tanto em inglês como em espanhol. Considera a reestruturação do Comité Internacional junto com o companheiro Austin mais uma vitória do seu primeiro mandato. O novo Comitê Internacional é mais aberto e atraente para os membros, e tem hospedado mais eventos e ações no último ano do que em vários anos anteriores combinados. Blanca espera desenvolver mais formas de organizar intencionalmente os trabalhadores latinos na DSA e organizar ainda mais DSA na esquerda global. Está também empenhada na melhoria contínua das relações entre o NPC e o pessoal da DSA, bem como entre os NPC e os líderes das seções individuais.

IMG_8271
IMG_8267

Austin González

Austin González reúne uma grande quantidade de experiências de vida em sua organização pelo DSA: cresceu em um lar porto-riquenho (sujeito colonial) na zona rural da Virgínia Central e foi criado por pais surdos. Austin foi membro fundador do secções da DSA de Richmond e ajudou na fundação de outras seções em todo o estado, culminando na primeira convenção estatal de VA. Austin tem experiência como organizador sindical na Virgínia e se dedica a expandir os sindicatos e os direitos dos trabalhadores no sul, já que a Virgínia é muitas vezes classificada como o “pior estado para os trabalhadores.” Ele foi um marechal da caravana da DSA que bateu a extrema direita em Charlottesville em 2017, testemunhando o acidente de carro, e tem uma forte crença em defender o antifascismo em parte devido a esta experiência direta. Como membro da NPC, Austin trabalhou com Blanca para reestruturar o Comitê Internacional e encaminhá-lo para o anti-imperialismo de princípios. Também atua como ligação do NPC com o Grupo de Trabalho de Ajuda Mútua. É um marxista autodidata e um anti-imperialista de toda a vida.

Kara Hall

Kara Hall é co-presidente da DSA de Las Vegas, uma das seções de crescimento mais rápido do país, com um crescimento de 150% na adesão no ano passado. Ela fez parte de uma equipe de liderança que fez um grande esforço para se preparar e garantir a tremenda vitória do caucus de Bernie 2020 em Nevada. Catapultando esse sucesso eleitoral, a LVDSA logo coordenou uma lista de esquerdistas para assumir o Partido Democrata do Estado de Nevada. Além de seu incrível trabalho na seção, Kara também é uma líder nacional ativa no DSA. Kara ajudou a dirigir o DSA100k Drive como membro principal do subcomitê de recrutamento do Comitê de Crescimento e Desenvolvimento, onde também dirige as chamadas de perguntas e respostas e ajuda a facilitar as chamadas nacionais de novos membros. Também está comprometida a fornecer aos seção e membros da DSA as ferramentas necessárias para o recrutamento, a retenção e o desenvolvimento da liderança, enquanto sempre se concentra nas condições locais específicas e organiza as lutas. Antes de se juntar à DSA, realizou um extenso trabalho de organização comunitária, particularmente em torno de temas feministas, incluindo os direitos reprodutivos e a violência de género, e agora está na liderança nacional como membro do Comité de Direcção do Grupo de Trabalho Feminista Socialista. Anteriormente professora de educação especial, Kara foi membro ativo do sindicato de professores de sua localidade, ajudando a eleger candidatos socialistas de esquerda ao Congresso. Kara experimentou desafios organizacionais como alguém com deficiência física, mental e intelectual e gostaria de priorizar que os espaços organizacionais se tornem mais acessíveis para incluir uma gama mais ampla da classe trabalhadora.

IMG_8273
IMG_8186

Ryan Mosgrove

Ryan Mosgrove começou a organizar-se como um jovem trabalhador de um restaurante, organizando seus colegas de trabalho para um sindicato em sua cidade natal de Tampa Bay, FL. Juntou-se à DSA em 2016 e rapidamente organizou o contingente de inauguração da DSA em 2016 em Washington DC. Além de seu trabalho na seção, Ryan atuou como organizador nacional do campus do pessoal do DSA para o DSA em 2017. Tem sido um membro ativo do Metrô DC DSA por vários anos, e atuou como secretário da seção desde maio de 2020. Em seu tempo no comitê de direção, Ryan tem sido fundamental na construção do respeitado Comitê Administrativo (AdCom) de Metrô DC, que permitiu uma campanha massiva e mobilizar a construção de infraestrutura durante COVID, uma canalização para a integração de novos membros no trabalho do seção e uma infra-estrutura comum de todo o seção para o trabalho de campanha, uma ferramenta crucial para um sessão com milhares de membros. Ryan era um capitão de DSA 100K e presidiu a comissão de 100K da seção. Recentemente, ele também tem sido envolvido na estratégia e desenvolvimento de trabalho de campo para a campanha nacional da Lei PRO DSA. Enquanto concorre à NPC, Ryan espera trazer o modelo de sucesso que ajudou a desenvolver em sua seção para construir uma infraestrutura organizacional nacional consolidada para apoiar campanhas sólidas impulsionadas por seções para o poder dos trabalhadores.